Site da receita apresenta lentidão na consulta ao terceiro lote de restituição imposto de renda

O site da Receita Federal do Brasil apresentou lentidão durante todo o dia de hoje quando foi liberado a consulta terceiro lote de restituição imposto de renda.

consulta terceiro lote de restituição imposto de renda
Consulta terceiro lote de restituição imposto de renda

Segundo informado pela própria receita a lentidão se deu por causa da quantidade de acessos simultâneos que sobrecarregou o sistema. A dica é deixar para consultar o terceiro lote de restituição durante à noite ou nos dias seguintes.

Este lote contempla quem transmitiu a declaração a partir do dia 18 de março e contém também lotes residuais de 2008 até 2017.

O número de contribuintes contemplados neste lote será de 2.852.737, totalizando aproximadamente R$ 3,6 bilhões de reais.

Como faço para realizar a consulta terceiro lote de restituição imposto de renda

Para saber se sua declaração de imposto de renda 2018 está entre as que terão parte (ou a totalidade) do imposto restituído neste momento basta ligar para o telefone disponibilizado pela Receita Federal do Brasil, através do número 146 ou acessar o site.

O Banco do Brasil é a instituição financeira responsável por gerir os recursos do imposto de renda. Portando, se sua declaração estiver entre as que terão direito a restituição neste lote e o valor não for creditado, procure uma agencia do Banco do Brasil para ter informações sobre qual o motivo para o crédito não ter sido realizado.

Importante lembrar que caso a restituição de imposto de renda não tenha sido creditada, ela ficará disponível por um ano. Se nesse período o contribuinte não reclamar o valo será devolvido à Receita.

Confira a seguir os telefones de atendimento do Banco do Brasil

  • Capitais e regiões metropolitanas – 4004-0001
  • Demais localidades – 0800-729 0001
  • Deficientes auditivos – 0800-729 0088

O próximo lote de restituição será creditado no dia 17 de setembro e o último (sétimo) será creditado no dia 17 de dezembro.

Além dos sete lotes pagos entre junho e dezembro, a Receita Federal paga diversos lotes residuais, que são destinado às declarações que caíram na malha fina e foram retificadas.